O cerco montado pela prefeitura ao comércio irregular durante a Copa do Mundo resultou em 532 ambulantes autuados.

17/07/2014 09:26

*Fonte: Jornal Hoje em Dia, 17/07/2014.

Os fiscais envolvidos na operação especial da Secretaria Municipal Adjunta de Fiscalização (Smafis) emitiram R$ 44.816,08 em multas nos 32 dias do torneio. Também houve apreensão de bebidas, bandeiras, brinquedos e outros itens comercializados nas ruas.

Na Savassi, ponto de encontro das torcidas, a secretaria registrou a maior parte das infrações: 427, equivalente a 76%do total. O entorno do Mineirão, na Pampulha, também foi alvo da operação. Lá, foram flagrados 98 vendedores ilegais. Na Fan Fest do Expominas, no bairro Gameleira, foram sete ocorrências.

Além disso, outros 25 estabelecimentos comerciais, dos quais 23 na Savassi, foram autuados por motivos diversos, como bloquear calçadas com mesas e cadeiras. Segundo a gerente de Acompanhamento da Fiscalização do Espaço Urbano da Smafis, Imaculada Queiroga, a operação especial foi montada com base na experiência da Copa das Confederações, em 2013.

Equipe

A ação envolveu 320 fiscais e englobou 131 vias da cidade, como as avenida Amazonas, Afonso Pena, Antônio Carlos e Cristiano Machado. “O foco era desobstruir os passeios e espaços públicos, além de evitar o comércio clandestino. Temos uma avaliação positiva do trabalho, pois a própria população elogiou a atuação”, afirmou Imaculada Queiroga.

Ela destacou que a Copa deixou um legado para o trabalho de fiscalização. “Identificamos que, com planejamento, campanhas educativas e orientações prévias, conseguimos reduzir o número de multas. Nosso objetivo não é autuar, mas educar. A penalidade é o último argumento para orientar o infrator”, garantiu.