A meta foi buscar experiências para um novo sistema de fiscalização adequado à realidade da cidade do Centro-Oeste.

17/06/2015 09:02

DOM, 17/06/2015.

Conhecer o trabalho da fiscalização integrada, o sistema informatizado da área fiscal e acompanhar a rotina de gestão do serviço. Com esses objetivos, uma equipe de profissionais da área de fiscalização da Prefeitura de Cuiabá, capital do Mato Grosso, visitou no início do mês a Secretaria Municipal Adjunta de Fiscalização (Smafis), cuja sede fica no Centro. A meta foi buscar experiências para um novo sistema de fiscalização adequado à realidade da cidade do Centro-Oeste. A equipe, que permaneceu em Belo Horizonte por dois dias, foi recebida pelo secretário municipal de Serviços Urbanos, Pier Senesi, e pelo secretário municipal adjunto de Fiscalização, Alexandre Salles, além de gerentes da Smafis.

Os visitantes conheceram os diversos planos de ações que a secretaria promove para combater as irregularidades e melhorar a qualidade de vida da população, como o Patrulha Fiscaliza BH e o Disque Sossego, e participaram de uma palestra sobre o Sistema Integrado da Fiscalização (SIF). De acordo com o secretário adjunto de Fiscalização de Cuiabá, Noelson Carlos Silva, a escolha de Belo Horizonte não foi aleatória. “O nosso objetivo era conhecer o trabalho de uma capital que contasse com um bom sistema informatizado, que pudesse ser aplicado à nossa realidade”, comentou. Segundo o secretário de Ordem Pública de Cuiabá, Eduardo Henrique de Souza, a visita foi proveitosa.

Para Alexandre Salles, o intercâmbio permite não apenas apresentar a experiência de BH, mas também conhecer o trabalho de outra cidade. “Isso é enriquecedor, já que buscamos sempre o aprimoramento da fiscalização no município”, frisou.

O modelo de fiscalização adotado na capital mineira já foi conhecido por profissionais de cidades como Fortaleza-CE, Manaus-AM, Valparaíso de Goiás-GO e Rio Branco-AC. As visitas técnicas também incluíram atividades internas, palestras e acompanhamento de ações em campo.

Visita

A equipe de Cuiabá também realizou uma visita ao Centro de Operações da Prefeitura de Belo Horizonte (COP-BH), no bairro Buritis. O local promove uma gestão eficiente dos serviços prestados à população pela PBH, por meio de um modelo de controle integrado dos serviços do Município nas áreas de defesa civil, saúde, segurança, ordenamento, mobilidade urbana, fiscalização e limpeza urbana, entre outros.

 

SIF

O projeto piloto do Sistema Integrado da Fiscalização (SIF) foi implantado em 2013. Além do desenvolvimento de um software, o SIF inclui aparelhos smartphones utilizados nas ações em campo – para comunicação com os demais técnicos, consulta à legislação, interface com o Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) e o registro das ações fiscais – e impressoras portáteis para impressão imediata dos documentos no local da ação. Há ainda a ferramenta de retaguarda, que é a versão do SIF para uso interno na Smafis e nas gerências regionais de Fiscalização, que propicia, entre outras funções, a automatização da agenda fiscal e a geração de relatórios para acompanhamento da produtividade.