Esclarecer a destinação correta dos resíduos recicláveis e envolver moradores e comerciantes da avenida Raja Gabaglia na coleta seletiva

27/02/2013 10:47

 

Esclarecer a destinação correta dos resíduos recicláveis e envolver moradores e comerciantes da avenida Raja Gabaglia na coleta seletiva é a primeira atividade do projeto Ação Integrada Grandes Corredores. O trabalho começará hoje, entre 9h e 12h, partindo do trevo do BH Shopping, no bairro Santa Lúcia, e terá continuidade amanhã, quando a equipe concluir os 5 quilômetros da via. A coleta seletiva na avenida ocorre normalmente aos sábados, a partir das 8h, e recolhe papel, plástico, vidro e metal.

A Ação Integrada Grandes Corredores é uma iniciativa da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio das secretarias de Fiscalização, Meio Ambiente e Regulação Urbana, e também da Regional Oeste, BHTrans, Guarda Municipal e Superintendência de Limpeza Urbana (SLU). A operação visa requalificar os grandes corredores viários da capital, a começar pela Raja Gabaglia, e busca envolver a população local nas questões de limpeza dos passeios e vias, mobilidade de pedestres e motoristas, despoluição visual e preservação de áreas verdes.

O trabalho inclui ações educativas, com orientações sobre as normas de posturas, limpeza urbana, trânsito e meio ambiente e, posteriormente, fiscalização para conferência do cumprimento das exigências legais. O projeto está previsto para ser desenvolvido ao longo do primeiro semestre deste ano e, ao final, espera-se alcançar o objetivo da operação, que é a ordenação e o respeito ao espaço urbano, em parceria com a sociedade civil.

 

Destinação correta dos resíduos

 

Coleta seletiva

É destinada ao recolhimento de materiais recicláveis (papel, metal, plástico e vidro).

Os materiais devem ser acondicionados em sacolas.

O material reciclável deve estar limpo e seco para não provocar mau cheiro nem atrair animais que possam provocar doenças.

O papel, para ser reciclado, não pode estar sujo ou engordurado.

O vidro, mesmo intacto, deve ser embalado em material resistente (papelão ou embalagem longa vida, por exemplo).

As latas devem ter suas tampas pressionadas para dentro, para evitar acidentes.

 

Lixo domiciliar

Gerado no dia a dia, em casas e comércios.

Precisa ser acondicionado de forma a não se espalhar no passeio ou na rua. Os materiais cortantes, como vidros e metais, devem ser embrulhados em papel jornal para evitar acidentes.

O recolhimento desse lixo é feito pela Prefeitura e somente deve ser colocado para a coleta nos dias e horários estabelecidos para a sua rua. Em caso de dúvidas, ligue para o telefone 156.

 

Resíduo em geral

Para móveis velhos, madeira, terra, entulho, podas de árvores, a Prefeitura oferece gratuitamente as Unidades de Recebimento de Pequenos Volumes (URPVs).

O resíduo deve ser transportado pelo próprio cidadão ou por alguém por ele contratado.

O limite diário de deposição na URPV, por pessoa, é de um metro cúbico ou 10 sacos de 100 litros.

Os endereços das URPVs podem ser consultados no www.pbh.gov.br/slu ou pelo telefone 156

 

Grandes volumes

Grandes volumes de resíduo de construção civil, como restos de componentes cerâmicos (tijolo, blocos, telhas, placas de revestimento), argamassa, concreto e terra devem ser levados preferencialmente para as Usinas de Reciclagem de Entulho da SLU. Os outros tipos de resíduos de construção civil devem ser levados aos aterros particulares autorizados pela Prefeitura.

 

Endereços das Usinas de Reciclagem de Entulho:

BR-040: BR-040, km 531, bairro Jardim Filadélfia.

Estoril: Rua Nilo Antônio Gazire, 147, bairro Estoril.

Pampulha: Rua Policarpo Magalhães Viotti, 450, bairro Bandeirantes.


Penalidade

A colocação irregular de resíduo em passeio, rua, praça, canteiro central, lote vago e área verde sujeita o infrator a multas de até R$ 4.065,62.

 

*Fonte: DOM, 31/01/2013.